quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Como dar comprimido ao animal

Os comprimidos podem ser dados envoltos em miolo de pão ou pedaço de carne, caso o medicamento a ser administrado possa ser dado junto com alimentos.

Caso não seja possível, abaixo vão as dicas de como conter seu animal e administrar o comprimido.

Para dar um comprimido a um cão:
1. Segure cuidadosamente o focinho por cima, colocando seu polegar de um lado e os outros dedos do outro lado do focinho. Segure e aperte com firmeza logo atrás dos dentes caninos ("presas"). A boca do cão deve abrir.
2. Com a outra mão, segure o comprimido e ao mesmo tempo force o maxilar inferior para baixo. Com a boca do animal bem aberta, coloque o comprimido na parte mais posterior da língua, empurrando ainda um pouco mais com o seu dedo indicador em direção à glote ("garganta").
3. Feche a boca do animal e segure o focinho para evitar que o cão abra a boca e cuspa o remédio. Estimule com a mão a parte inferior do pescoço ("garganta"), com movimentos para baixo e assim o animal deglutirá o comprimido.

Para dar um comprimido a um gato:
1. Peça a alguém que segure as patas dianteiras e o peito do seu gato por trás. Você pode também colocar uma toalha ou pano ao redor do seu gato para que as unhas não atinjam você ou a pessoa que está ajudando.
2. Coloque a sua mão na parte de cima da cabeça do gato, evitando o maxilar inferior. Levante a cabeça até que o nariz do gato esteja apontando para o teto. Quando a boca abrir, use a sua outra mão para segurar o comprimido e force o maxilar inferior para baixo, empurrando o comprimido para a parte mais posterior da língua.
3. Feche a boca do seu gato e rapidmanete esfregue a ponta do nariz do animal. Isso vai forçar o gato a lamber a ponta do seu próprio nariz, fazendo com que seja mais fácil engolir.

ALERTA:

1. Cuidado com o uso alguns medicamentos de uso humano. Alguns deles, como ibuprofen, aspirina ou acetaminofen, podem ser prejudiciais ou até mesmo fatais se fornecidos a animais.
2. Apenas o veterinário pode indicar qual medicamento utilizar.
3. Siga sempre as instruções do seu veterinário com relação à dose, mesmo que pareça que o seu animal de estimação está ficando melhor muito depressa.